Longin no Blog Aqui

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Iniciativa de horto municipal transforma paisagem urbana


Qum não viu essa materia pelo diario do nordeste,veja agora no Quixelô Noticia
Em Quixelô, há cinco ano o horto tem fornecido mudas de plantas para embelezar os espaços públicos
Quixelô - Uma pequena área urbana, próxima ao Centro desta cidade, localizada na região Centro-Sul, há cinco anos passou a ser utilizada como horto municipal. É uma iniciativa regional inédita. A produção de hortaliças abastece o hospital municipal, casa de apoio, cadeia pública, delegacia, escola e uma creche. A unidade também é utilizada como canteiro de reprodução de mudas ornamentais e para a arborização de ruas e praças da cidade.
Inicialmente, na área foi implantada uma unidade de produção de plantas medicinais do projeto Farmácia Viva, na gestão do ex-prefeito José Ilo Dantas, a quem pertence o terreno. O responsável pela horta municipal é o ex-gari, José Oswaldo Dias, conhecido por "Dé", que cuida do cultivo de hortaliças com carinho e dedicação. Na lida com as plantas, ele passou a fazer experimentos de reprodução de plantas ornamentais.
Após a desativação do projeto Farmácia Viva, a área ficou ociosa e nasceu a ideia do cultivo de hortaliças, ainda, na gestão passada. "Trabalhava na limpeza pública, mas o ex-prefeito, José Ilo, sugeriu que eu passasse a cuidar da horta", contou. "Enfrentei o desafio e deu certo". Na administração passada, o cultivador "Dé" ganhou dois auxiliares e o cultivo de verduras expandiu-se em vinte canteiros instalados na área.
Da horta, são colhidos, diariamente, cheiro verde, cebolinha, coentro, alface, pimentão, espinafre, berinjela, rúcula, pimenta de cheiro, jerimum e macaxeira. A produção é suficiente para atender a demanda diária dos órgãos públicos do Município. Quem mais consome é o hospital municipal e a Escola de Ensino Fundamental e Médio Gonzaga Mota. As verduras também temperam a comida dos detentos da cadeia pública e a refeição dos policiais militares do destacamento local.
A horta municipal fica em frente a esses dois órgãos públicos. "É um tempero necessário", disse a cozinheira Luciana Alves Bezerra, servidora municipal, que cozinha para os presos e para os policiais. "Chega na hora certa para temperar e melhorar o sabor da comida".
Modelo
A secretária de Educação do Município, Fabiana Martins, disse que a horta cumpre a função de abastecer a cozinha de vários órgãos públicos a partir de uma produção de verduras de qualidade e orgânica. "Aqui a gente praticamente não compra as hortaliças necessárias para o dia a dia dessas instituições", frisou. "É um projeto que deu certo e que pode servir de modelo para outros municípios". Fabiana destacou o empenho da equipe e o trabalho do encarregado da unidade produtiva.
Novos experimentos
O gosto pelas plantas fez com que Osvaldo Dias fizesse a tentativa de reprodução de mudas para embelezar ruas e praças. Assim, o ex-gari inovou e ajudou a criar o viveiro de plantas ornamentais.
Em barracão improvisado, o cultivador reproduz vários tipos de flores, trepadeiras, buganvília e alamanda, pingo de ouro, dracena e outras variedades que enfeitam e dão um colorido aos jardins e vias públicas do Município.
No barracão, existem duas mil mudas de trepadeiras e de Nim, árvore de origem indiana usada para arborização das ruas da cidade. "Aprendi sozinho, fazendo experimentos até conseguir reproduzir as espécies de flores", contou.
Economia
O conhecimento prático foi vencido e com a produção de mudas de plantas ornamentais a prefeitura deixou de adquirir mudas de floriculturas da região, cujos preços variavam de R$ 3,00 a R$ 10,00.
Praças, jardins de órgãos públicos e avenidas chamam a atenção dos moradores pela beleza dos jardins e canteiros centrais. Uma ação simples que torna a cidade de Quixelô, a menor da região Centro-Sul, mais bela e agradável.
Moradores da cidade são beneficiados com as mudas de Nim e de flores, que podem ser adquiridas no horto municipal. Osvaldo Dias informa que a unidade deve ser transferida para outra área porque o ex-gestor, proprietário do terreno, já anunciou que vai precisar do imóvel. "Espero que o projeto continue porque eu gosto do que faço e essa horta é uma ideia que deu certo", disse. "Traz muitos benefícios". O prefeito de Quixelô, Gilson José de Oliveira, anunciou que a horta vai continuar mesmo que seja em outra área.
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam