Longin no Blog Aqui

sábado, 15 de janeiro de 2011

Policiais civis são presos acusados de extorsão

Dois inspetores da Polícia Civil, lotados no 32º DP (Bom Jardim), foram presos acusados de exigir R$ 10 mil para não prender um homem (identidade preservada), que estava criando um animal silvestre (macaco) em sua residência.

De acordo com o superintendente da Polícia Civil, delegado Luiz Carlos de Araújo Dantas, os policiais Alexsandro de Freitas Carvalho, 31; e Elias Ferreira de Sousa Filho, 29, receberam voz de prisão de colegas do Departamento de Inteligência Policial (DIP), na tarde da última quinta-feira (13), no bairro Maraponga, depois de receberem a quantia de R$ 1 mil da vítima.

Dantas afirmou, em entrevista coletiva na tarde de ontem, que os inspetores haviam procurado a vítima na noite de quarta-feira (12) e exigido o dinheiro para não realizar nenhum procedimento contra ela. Inicialmente, o valor da extorsão era de R$ 10 mil. A vítima afirmou não possuir o dinheiro e prometeu pagar R$ 1 mil. O superintendente disse ter tomado conhecimento do fato na manhã seguinte e iniciou a investigação juntamente com o delegado Lúcio Torres, diretor do DIP.

Carteiras

Uma operação foi montada e, instantes depois que ocorreu a entrega do dinheiro, os inspetores foram detidos. Dantas declarou que os dois tiveram as armas e carteiras apreendidas e foram autuados em flagrante pelo crime de concussão (extorsão praticada por agente público em razão de sua função). Segundo Dantas, a vítima disse ter libertado o animal quando passou a negociar a propina.

De acordo com o chefe da Polícia Civil, além do inquérito , os inspetores irão responder a um procedimento administrativo podendo resultar em expulsão da corporação.

"Não admitimos que uma Polícia mantenha em seus quadros pessoas desse tipo". Os inspetores estão recolhidos na Delegacia de Capturas e Polinter (Decap), onde permanecerão à disposição da Justiça.

´Limpeza´

Dantas disse ainda que, as ações de combate a policiais corruptos vão continuar e estão sendo apoiadas pelo novo secretário da Segurança Pública do Ceará, coronel Francisco Bezerra. "Não tenho dúvidas de que vamos conseguir limpar a instituição retirando os maus policiais. Estamos cortando a própria carne e faremos isto sempre que for necessário", ressaltou
fonte:Diario do Nordeste
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam