Longin no Blog Aqui

quinta-feira, 5 de abril de 2012

SEXTA-FEIRA SANTA: Colina do Horto deve atrair 200 mil romeiros amanhã


A Semana Santa na terra do Padre Cícero atrai nova movimentação de romeiros que já se torna tradicional no período

Juazeiro do Norte
A tradicional visitação à Colina do Horto será intensificada nesta Sexta-feira Santa. A estimativa é de que mais de 200 mil pessoas subam as ladeiras para ir até à estátua do Padre Cícero. Nesta época do ano, a tradição da romaria se dá principalmente pela caminhada na estrada velha, que dá acesso ao monumento. É um momento de sacrifício, lembrando a Via Sacra de Jesus ao calvário.

As estações da Via Sacra, durante o percurso, na subida da ladeira na Rua Horto, lembra os momentos finais da crucificação. A cada parada, os fiéis fazem as orações, acendem velas e entoam cânticos em louvor a Jesus. A chegada dos primeiros peregrinos acontece ainda na noite de hoje, quando começa a ser reforçada a segurança no local.

Segundo o secretário de Turismo e Romaria da cidade, José Carlos dos Santos, todo o esquema de organização já está montado para receber romeiros de todos os Estados do Nordeste e da própria região. A preocupação maior é quanto ao consumo de bebida alcoólica na área. Para isso, será reforçada segurança, com as polícias Civil e Militar, a Guarda Municipal e o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran).

O administrador do Horto, padre José Venturelli, disse que a movimentação amanhã começa a ficar intensa já por volta das 5 horas. Em seguida, muitos romeiros seguem até o Santo Sepulcro. O local fica a mais de 2 quilômetros da estátua, onde muitas pessoas aproveitam para concluir o pagamento das promessas, seguindo a pé para a área, onde há muitas pedras e um visual privilegiado da cidade e também da Colina do Horto.

De acordo com José Carlos, em todas as igrejas da cidade serão realizadas durante o dia celebrações, como parte da programação católica para este período. Para facilitar o acesso à colina, ele disse que foi elaborado um plano de trânsito. Já a partir de hoje, proíbe-se a subida e descida de veículos de grande porte como os caminhões e os ônibus, até por uma questão de segurança devido ao grande número de fiéis que decidem subir a ladeira velha na sexta-feira.

Padre Venturelli afirma que o grande número de romeiros se dá pelo revezamento dos visitantes durante todo o dia. A começar das primeiras horas da manhã, quando chega grande parte das pessoas que já vem de cidades como Crato e Barbalha e fazem o percurso a pé.

"Chega uma remessa de pessoas e enche o local, e depois esvazia, com grande parte que segue em direção ao Santo Sepulcro", constata.

Ele disse que foi feita uma limpeza na área para que as pessoas não se machuquem com os espinhos quando forem ao Santo Sepulcro. Além disso, houve melhorias em alguns pontos das estradas, que ficaram danificadas por conta das chuvas.

No último domingo, a Missa de Ramos nas igrejas da cidade já reuniu grande número de fiéis, dando início a programação mais específica da Semana Santa na cidade.

O sacerdote faz um pedido às pessoas que se deslocam até o Horto, durante a quinta-feira e Sexta-feira da Paixão, que resguardem esses dias para as orações. É que há muitos anos vem sendo feito um trabalho no sentido de coibir a comercialização de bebidas.

Mas, ele ressalta que muitas pessoas ainda insistem, principalmente com a venda relacionada ao vinho, para ser consumido durante o período. "Essa festa do vinho na noite precedente à sexta-feira é uma ofensa ao momento religioso. Uma revolta contra aquilo que é bom, justo e bonito", diz ele. As celebrações vão acontecer durante o dia e à noite na Capela do Bom Jesus do Horto e também durante o dia na igreja nova.

Também será realizada na Colina do Horto, a partir das 9 horas, a apresentação da dramatização "Jesus, o Nazareno", com o grupo Compactur, que há mais de 30 anos encena a peça. Serão mais de dez atores e figurinos dando sequência à programação da Sexta-feira Santa no Horto.

Efeitos especiais

Este ano, a encenação da Companhia Compactur trará novidades para a apresentação no Horto que reúne milhares de pessoas, principalmente de romeiros. Efeitos especiais e maior número de atores e figurantes, estarão no palco, que será montado com um cenário de época, de frente ao estacionamento. Homens, mulheres, crianças e idosos estarão em cena. A maioria, operários e informais, que espera o ano todo com ensaios iniciados em janeiro para levar um pouco da cena do martírio de Jesus para o conhecimento do público.

O presidente da Compactur, José Antônio de Sousa, o Zezito, pelo segundo ano consecutivo irá encenar Caifás. Para ele, esse é um momento de realização. Durante o dia, trabalha em seu lava-jato, no Centro da cidade de Juazeiro, com sua esposa, Ana Maria Alves de Sousa, que faz o papel da Samaritana. Organizar o evento não é fácil, até porque eles reclamam mais apoio local, já que o espetáculo é a maior atração para os que vêm à terra do "Padim" no feriado.
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam