Longin no Blog Aqui

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

População vai as ruas reivindicar a vinda da Faculdade de Medicina para Iguatu

Milhares de estudantes, professores, representantes de instituições e clubes de serviço, participaram na manhã desta sexta-feira (6) de uma manifestação em prol da vida de uma Faculdade de Medicina para Iguatu. O ato contou com a presença de representantes políticos e prefeitos de vários municípios da região Centro Sul e Sertão Central do Ceará, entre os quais podemos destacar: o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara; o vice-presidente Regional do PMDB do Ceará e ex-prefeito de Iguatu, Agenor Neto; prefeitos de Catarina Rafael Paes; de Jucás, Francisco Luna; Piquet Carneiro, Expedito do Nascimento; Orós, Simão Pedro; Solonópole, Webston Pinheiro, além de presidentes de Câmaras municipais e vereadores da região. Inicialmente, houve concentração na Praça da Matriz de Iguatu e depois a multidão seguiu pelas principais ruas do centro da cidade, finalizando na Praça Demóstenes de Carvalho (Praça da Caixa). Durante o movimento houve coleta de assinaturas para um abaixo-assinado que será entregue ao Ministério da Educação, em Brasília. O ato público surgiu após uma decisão do Ministério da Educação, que pré-selecionou 42 faculdades de medicina em várias regiões do país, deixando Iguatu de fora, apesar de o município ter apresentado um projeto que atendia a todos os critérios técnicos para a vinda do empreendimento para o município. O prefeito Aderilo Alcântara participou da manifestação e disse que a luta a partir de agora é tentar convencer o Ministério da Educação a incluir o município de Iguatu na lista dos pré-selecionados, já que não existe nenhuma faculdade de medicina na região Centro-Sul, e o município cumpriu todos os critérios técnicos exigidos no edital de seleção. "Estamos todos unidos em prol da vinda dessa faculdade para Iguatu, e vamos trabalhar para concretizar mais esse sonho do povo da nossa região", disse Aderilo Alcântara. O vice-presidente do PMDB do Ceará, Agenor Neto, lamentou os critérios adotados pelo MEC, e disse que na próxima semana estará viajando para a Brasília e vai mostrar ao governo que Iguatu precisa da faculdade de medicina no município. "Vamos entrar com recurso junto ao Ministério da Educação mostrando que temos condições técnicas de receber a faculdade de medicina em nosso município. Também iremos mostrar, por meio dessa manifestação de hoje, que o povo não aceita ser discriminado", disse Agenor Neto. O prefeito de Piquet Carneiro e vice-presidente da Aprece, Expedito do Nascimento, participou da manifestação ao lado de outros prefeitos da região. "Estamos aqui para contribuir com o nosso apoio, porque entendemos que essa faculdade é de extrema importância para o desenvolvimento do ensino superior na região Centro-Sul, além de trazer desenvolvimento", disse.
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam