Longin no Blog Aqui

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Moradores de Quixelô denunciam o abate clandestino de animais na cidade

Desde que o abatedouro do município de Quixelô, no Centro-Sul cearense, foi embargado pela Semace em setembro de 2011, os moradores estão consumindo carne sem nenhum tipo de inspeção sanitária. O abate dos animais é feito de forma clandestina. As denúncias partiram de moradores da cidade que se mostram incomodados e prejudicados com a situação que põe em risco a saúde de quem consome o alimento. De acordo com denúncias de moradores e comerciantes, a matança dos animais acontece no interior de uma chácara, no Sítio Faé, a 2 Km do Centro. A carne é transportada em reboques puxados por motocicleta e também na carroceria de carros. O alimento fica exposto ao sol e à poeira, em contato com insetos, sem nenhum tipo de proteção ou higiene. De acordo com informações dos próprios comerciantes, por semana, mais de 50 animais - entre carneiros, porcos e gado - chegam a ser abatidos na chácara clandestina. Uma medida alternativa que poderia ser adotada seria o abate dos animais em Iguatu, que fica na mesma região, mas os comerciantes dizem não ser viável. O secretário de Agricultura de Quixelô, Aildo Oliveira, desde janeiro de 2013 que o município vem tentando reverter a situação, com um projeto de reforma e ampliação do abatedouro da cidade. - See more at: http://tvdiario.verdesmares.com.br/noticias/regional/moradores-de-quixelo-denunciam-o-abate-clandestino-de-animais-na-cidade-1.1009451#sthash.DlVkfkhY.dpuf
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam