Longin no Blog Aqui

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Para evitar debandada tucana, Tasso cobra respeito de Ciro


O senador Tasso Jereissati (PSDB) disse ''não ser bom para a democracia'' a busca do ex-aliado Ciro Gomes (PSB) por apoio de prefeitos do PSDB - que tem Marcos Cals como candidato ao Governo - para a campanha pela reeleição do governador Cid Gomes

O senador Tasso Jereissati (PSDB) pediu “respeito aos partidos políticos” por parte de seu ex-maior aliado, o deputado federal Ciro Gomes (PSB), coordenador da campanha à reeleição do irmão, governador Cid Gomes (PSB). A afirmação do líder tucano se reporta ao encontro de Ciro com prefeitos da região do Cariri, na última quarta-feira, no qual selou o apoio de, pelo menos, seis prefeitos do PSDB à candidatura de Cid.

“Só sei que esse sistema de cooptação de prefeitos não é bom para a democracia”, criticou Tasso no último sábado, durante visita a Sobral, berço político dos Ferreira Gomes. “É preciso respeitar os partidos políticos. A democracia está sofrendo muito com esse processo.”

Tasso negou que vá utilizar a mesma estratégia dos ex-aliados para angariar a simpatia de prefeitos de outros partidos, entre eles o PSB. “Nós não temos as armas necessárias pra isso”. E acrescentou, em tom de rancor: “Mas eu acho que eu não faria isso”.

Apesar do nítido descontentamento com o ex-aliado, Tasso evitou polemizar. Inclusive sobre o fato de estar pedindo votos para seu candidato, Marcos Cals (PSDB), em Sobral: “Aqui é berço de todo cearense”, justificou.

Ele também preferiu não comentar estratégias de Ciro para fortalecer a candidatura do irmão, como a aproximação com a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT) - rival histórica de Tasso. “Eu prefiro não analisar isso agora”, disse, ao ser perguntado sobre o que achava do recente encontro de Ciro e Luizianne.

Debate
Tasso, contudo, não economizou críticas a Cid. Para o senador, foi uma “grosseria” o fato de o governador rejeitar ir ao debate entre os candidatos ao governo a ser promovido pela TV Jangadeiro na próxima quinta-feira, 19. “Uma grosseria muito grande. Ou é grosseria ou é desculpa”, criticou. Na última quinta, Cid alegou que, além do “choque de agendas”, considerar “suspeita” a realização de um debate em uma TV de propriedade de “um dos candidatos”. No caso, Tasso.

Incredulidade
A comitiva tucana fez uma carreata no último sábado do aeroporto de Sobral até o Beco do Cotovelo - tradicional reduto político e cultural da cidade. Lá, em um mini-comício na calçada do Banco do Nordeste, Tasso, Cals e candidatos a deputado discursaram para quem passava, ladeados por bandeiras e fotos e ao som de tambores.

A recepção da população sobralense a Tasso, antigo amigo dos principais líderes políticos da região, foi a de quem não acredita na perda de vínculo entre ele e os Ferreira Gomes. Um comerciante do Beco do Cotovelo - que preferiu não se identificar para não “desagradar” a nenhum dos lados - se disse confuso. “Eu já vi gente doente pelo Cid que diz que vai votar no galego. Se o próprio Cid disse que ele (Tasso) era o melhor político do Estado do Ceará...”, afirmou.
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam