Longin no Blog Aqui

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Candidatos debatem ideias


Durou quase duas horas o debate de ontem entre cinco candidatos ao Governo do Estado, na Televisão Verdes Mares
A TV Verdes Mares realizou, na noite de ontem, o seu debate nestas Eleições 2010. Os cinco candidatos ao Governo do Estado, cujos partidos têm representação no Congresso Nacional, estiveram debatendo ideias, propostas e também os temas polêmicos abordados nesta eleição definidos pela produção e de iniciativa próprias.

Mediados pela jornalista Cláudia Bomtempo, os candidatos fizeram e responderam perguntas entre si, sobre temas determinados e, posteriormente, tema livre, em que surgiram as acusações que já estão sendo apresentadas do programa eleitoral nos últimos dias.

O ponto mais tenso do debate foi o que, no quarto bloco, Lúcio Alcântara questionou Cid Gomes sobre uma viagem que ele teria feito de férias aos Estados Unidos em um jato particular fretado. Cid negou que o Estado tenha pago viagens de férias dele com a família e afirmou que já recebeu, por 29 ocasiões nesta campanha, direito de resposta pelas acusações que seriam "infundadas".

Cid Gomes informou ainda que está acionando as "duas candidaturas" cível e criminalmente pelas denúncias. Ele se referia às postulações do próprio Lúcio e do candidato Marcos Cals (PSDB).

Em termos de propostas, os temas juventude, estradas, infraestrutura, recursos hídricos, e segurança pública foram alguns dos temas abordados. Nos primeiros blocos, Cid Gomes citou duas obras feitas pelo Governo Federal que passam pelo Ceará como é o caso da ferrovia trans-nordestina e a transposição de águas do Rio São Francisco, para mostrar as atitudes que ele diz ter tomado como governador do Estado.

Até mesmo temas de repercussão mais nacional tiveram espaço nas discussões entre os postulantes: as reformas política e agrária. Em pergunta direcionada por Soraya Tupinambá (PSOL) a Lúcio Alcântara (PR), a reforma política foi abordada sob o ângulo do financiamento de campanhas eleitorais. Ambos fizeram uma crítica ao desequilíbrio entre os recursos e tempo de televisão das diferentes candidaturas. Lúcio afirmou que isso só será resolvido com uma reforma política, citando o caso da campanha do candidato a reeleição Cid Gomes que, segundo ele, é a terceira mais cara do País.

Agricultura

O tema reforma agrária foi levantada pelo postulante Marcelo Silva quando debatia com Marcos Cals sobre agricultura familiar. Segundo ele, é necessário um reordenamento das terras do país, para que a agricultura familiar tenha cada vez mais espaço e os agricultores individuais possam ser valorizados.

Sobre segurança pública, Marcos Cals questionou ao candidato Marcelo Silva sobre a sua proposta para a área. Para Cals, a política de segurança da atual gestão não foi eficiente. Marcelo disse que, se eleito, abordará dois aspectos: a capacitação e educação dos jovens e também o maior cuidado com o efetivo policial. Ele defendeu a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 300, que tramita no Congresso, e visa equiparar os salários dos policiais militares de todos os estados, aos daquele pago no Distrito Federal aos PMs. Lúcio Alcântara também defendeu a aprovação da PEC, em uma outra oportunidade que teve de mostrar suas ideias. Cid Gomes e Marcelo Silva debateram também sobre os programas Ronda do Quarteirão e Pró-cidadania, iniciativas da atual gestão para os municípios com mais de 50 mil habitantes, o primeiro, e os menores municípios, no caso do segundo.

TENSÃO
Aliados dos candidatos estavam mais nervosos

Os candidatos, o tempo todo demonstraram tranquilidade, mas seus aliados estavam tensos ao ponto de trocarem insultos, inicialmente nas proximidades da Praça da Imprensa, depois os que são próximos aos candidatos, logo depois do debate, na saída da estação.

No momento em que o candidato Cid Gomes dava entrevista, fora do estúdio, o deputado federal Ciro Gomes (PSB) e o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), trocaram insultos e acusações. Na discussão, assessores das coligações do governador Cid e do candidato Lúcio Alcântara se envolveram e não chegou a haver agressão física porque várias pessoas intervieram. Roberto Pessoa gritava pedindo notícias a viagem de férias do governador e sobre a denúncia da revista Veja.

Ciro e Roberto ficaram falando alto chamando um ao outro de "vagabundo" e outros palavrões. O governador não se envolveu e deixou o recinto. Na Praça da Imprensa, minutos antes do debate dois focos de confusão envolvendo militantes de Cid Gomes e Marcos Cals.

Um forte esquema de segurança, logo cedo estava naquele local para garantir a movimentação em frente ao telão exibia o debate para os militantes dos candidatos Marcos Cals, Lúcio Alcântara e Cid Gomes.
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam