Longin no Blog Aqui

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Acidentes de trânsito aumentam em Iguatu


O aumento do número de acidentes trágicos no trânsito de Iguatu tem levado a população a exigir melhor sinalização
Iguatu. O crescimento do número de acidentes de trânsito, nesta cidade, localizada na região Centro-Sul, retoma o debate sobre a necessidade de instalação de semáforos, implantação de nova sinalização e campanhas educativas. Somente na semana passada aconteceram quatro acidentes com vítimas fatais e a maioria dos casos envolveu pedestres e motos.

O número de motocicletas aumenta a cada ano, em face da facilidade de financiamento para aquisição e redução de preço do veículo. Pedestres, ciclistas e condutores de carros e motos disputam o mesmo espaço nas ruas estreitas da cidade. Muitas vias de trânsito têm intenso tráfego em duplo sentido e o vai e vem de veículos é um risco diário de acidentes.

Não há uma estatística sobre o número de acidentes que ocorrem diariamente nesta cidade. Apenas os mais graves chamam a atenção dos moradores, como o que ocorreu com a professora Maria Nícia Macedo de Andrade, que ao tentar atravessar a Rua 13 de Maio, um quarteirão após a Escola Modelo, onde dava aula de Geografia, foi colhida por uma moto e morreu, vítima de traumatismo craniano.

A morte da professora chocou os moradores e provocou forte comoção entre alunos e professores. Recentemente, nas proximidades de onde aconteceu o trágico acidente, uma estudante que conduzia uma moto também foi atropelada e morta por um caminhão.

O cruzamento da Rua 13 de Maio com Santos Dumont e Virgílio Correia, numa distância de apenas 20 metros, é um dos pontos críticos do trânsito local. Próximo a esse entroncamento funcionam uma escola, um hospital e a Câmara Municipal de Vereadores. São equipamentos que atraem muitas pessoas e a movimentação contribui para aumentar o risco de acidentes.

Após o trágico acidente com a professora, muitos passaram a defender a instalação de um semáforo no local. No início deste ano, a Secretaria de Trânsito modificou o sentido de veículos, eliminando a mão-dupla na Rua Santos Dumont até a Rua 13 de Maio. Foi uma decisão que trouxe melhoria, mas nova intervenção torna-se necessária para a população.

Outros pontos críticos são: Rua Cruzeiro do Sul; Avenida Perimetral no cruzamento com a Rua Guilherme de Oliveira e passagem de nível da linha férrea; cruzamento da Avenida Agenor Araújo com José de Alencar; dois retornos na Av. Perimetral; e o acesso à fábrica de calçados Dakota.

Na semana passada, um operário da indústria, ao sair de moto da empresa, foi atingido por um ônibus e teve morte imediata. Centenas de veículos, motos, bicicletas e carros cruzam a via nos horários de fim e início de expediente.

O Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) não dispõe de estatística atualizada sobre o número de motos e de carros registrados no Detran, no Município. Só mototaxistas são mais de 500 veículos cadastrados. O número de motos cresce a cada mês.

Sinalização

O secretário de Trânsito e Cidadania de Iguatu, José Bonfim da Silva Lavor, disse que a Prefeitura vai adquirir semáforos para instalação em pontos críticos da cidade. Até a compra do equipamento, há a alternativa de instalação de redutores de velocidade no cruzamento da Rua 13 de Maio com Rua Santos Dumont. "Estamos fazendo uma análise e observando os pontos mais necessários", afirmou.

Bonfim Lavor disse que já há uma viatura com agentes do trânsito no horário de pico entre as ruas 13 de Maio e Santos Dumont. Informou, ainda, que o órgão modificou a saída de veículos pesados nas proximidades da fábrica Dakota e que pretende se reunir com o engenheiro do Departamento de Edificações e Rodovias (DER), para discutir medidas para melhorar o trânsito na Avenida Perimetral, em pelo menos três pontos onde há retorno
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam