Longin no Blog Aqui

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Defesa apresenta atestado médico e julgamento de “Courinha” é adiado

O julgamento de José Enilson Couras, o “Courinha”, que estava marcado para esta segunda-feira (14/02), no Fórum Clóvis Beviláqua, foi adiado a pedido da defesa do réu. Os advogados André Felipe Cordeiro Braga e Thiago Lucas David de Carvalho apresentaram atestado médico à 5ª Vara do Júri, informando que o acusado estaria impossibilitado de comparecer à sessão de julgamento.

A juíza Valência Aquino, titular da Vara, adiou o julgamento e remeteu o pedido ao Ministério Público. Depois da apreciação do pedido, pelo promotor de Justiça, será marcada uma nova data para o júri popular.

“Courinha” será julgado pelo assassinato de Manoel Cândido Diniz, crime ocorrido em julho de 1983, no Município de Iguatu, a 384 km de Fortaleza. Por esse mesmo crime, o acusado já foi julgado duas vezes. No primeiro júri, realizado em 21 de junho de 1996, ele foi condenado a 17 anos e seis meses de reclusão em regime fechado. O segundo ocorreu no dia 29 de julho de 2004 e o réu foi apenado a 15 anos de prisão.

A defesa apelou das sentenças e o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) acatou o pedido, por considerar que os jurados (nos dois júris anteriores) foram contrários às provas dos autos. Por isso, determinou novo julgamento.

O processo tramitava na Comarca de Iguatu, mas foi desaforado para Fortaleza pelo fato de “Courinha” ser considerado de alta periculosidade.


Fonte: TJCE

Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam