Longin no Blog Aqui

segunda-feira, 21 de março de 2011

Motorista afirma que foi agredido por representantes da SB Distribuidora de Alimentos LTDA em Iguatu


O motorista Francisco Bandeira, responsável pelo carro de som volante da Prefeitura Municipal de Iguatu (CE), foi agredido fisicamente, além de ser ameaçado de morte e ter seu óculos destruído, hoje, por volta do meio dia na Avenida Perimetral, no Município de Iguatu, pelos empresários Sílvio Sobreira e Júnior Sobreira, diretores da SB DISTRBUIDORA DE ALIMENTOS LTDA, sediada no município.

ENTENDA O CASO!

A SB DISTRIBUIDORA DE ALIMENTOS, cuja propriedade recai sobre a família de Sebastião Sobreira e filhos, é responsável pela distribuição e vendas de produtos alimentícios em toda região Salgado e Centro-Sul do Estado do Ceará. Na semana passada, através de denúncia formulada junto a polícia civil de Iguatu, foram apreendidos vários produtos de alimentos da NESTLÊ, no comércio iguatuense e região, que foram repassados pela SB DISTRIBUIDORA, com datas de prazo de validade adulterados. Na apreensão, além da polícia civil, foram acionados a Polícia Federal e a Vigilância Sanitária, que confirmaram a gravidade da situação, quanto a saúde pública do povo.

O Delegado Regional de Iguatu, Agenor Freitas, abriu inquérito policial para apurar os fatos, pois, existem provas concretas, como a apreensão de centenas de latas de MUCILON, NESTON e CREME DE LEITE, produtos da NESTLÊ, com datas de prazo de validades adulterados, bem como filmagens no interior da SB acerca do crime praticado contra o sistema financeiro e de saúde pública do povo de Iguatu.

DOS ATOS DE VIOLÊNCIA!

Diante da gravidade, a Vigilância Sanitária do Município, fez propaganda institucional em carros de sons volantes, esclarecendo a população quanto ao risco de vida que poderia ocorrer se continuassem consumindo o produto adulterado.

MOTORISTA AGREDIDO!

O motorista Francisco Bandeira, funcionário da prefeitura de Iguatu, dirigia o veículo na Avenida Perimetral, quando foi abordado por duas camionetas tipo HILUX, conduzidas pelos empresários Sílvio Sobreira e Júnior Sobreira e mais cinco homens, que no exercício das próprias razões, interceptaram o carro de som conduzido pela vítima, e o agrediram fisicamente com chutes e murros, além de terem quebrado o seu óculos de uso obrigatório. Encerrada a confusão, ainda o ameaçaram de morte.

O motorista Francisco Bandeira prestou representação na Delegacia Regional de Polícia Civil, com fundamento nos artigos 147, 168 e 129, todos do código penal brasileiro, contras os irmãos Sílvio e Júnior Sobreira. Ouvidos na Delegacia de Iguatu, os empresários da SB DISTRIBUIDORA, alegaram que o veículo de som estava passando permanentemente defronte aos seus estabelecimentos.“Tudo inverdade para justificarem as agressões contra minha pessoa”, disse Bandeira. O caso está sendo apurado na Polícia Civil de Iguatu, com protocolo sob número 479-1734\2011.

Fonte: Blog do Lindomar Rodrigues
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam