Longin no Blog Aqui

sábado, 4 de junho de 2011

Caçados ladrões de notebook



Bandidos contam com um equipamento que detecta a presença de computadores dentro dos automóveis


Uma operação que mobilizou 40 policiais civis e militares para o cumprimento de dez mandados de prisão e busca e apreensão resultou, na manhã de ontem, na prisão de um homem e apreensão de diversos objetos furtados de veículos na área nobre da Capital.

A operação tinha como objetivo desarticular uma quadrilha especializada no arrombamento de caminhonetes e carros de luxo, principalmente nos bairros da Aldeota e Meireles. O alvo do grupo criminoso eram notebooks e outros objetos de valor que pudessem ser subtraídos de dentro dos automóveis.

Ordem judicial

Durante toda a manhã, policiais trabalharam no cumprimento dos mandados expedidos pela juíza Adriana Alencar Magalhães, da 17ª Vara Criminal. Pedro Cavalcante de Sousa, que tinha um dos mandados expedidos contra si, foi capturado.

Em outra diligência, a Polícia apreendeu uma grande quantidade de material, câmeras fotográficas, caixa de som para iPod, capa de iPad Apple, CDs com fotografias, caneta Breitiling, valises de couro das grifes Victor Hugo e Monblanc, bolsa para notebook da marca Tommy Hilfiger, óculos Okley, diversos relógios de grifes famosas, iPod, controles de alarme para carros e carregadores.

De acordo com a delegada Mosarina Lacerda, do 2º DP, ainda havia muita coisa a ser apreendida, "inclusive um equipamento que é utilizado pela quadrilha para detectar a existência de aparelhos eletrônicos dentro dos veículos. Os arrombamentos são praticados de acordo com o que é detectado por este dispositivo", explicou a delegada.

Numerosa

De acordo com Mosarina, a quadrilha investigada há pelo menos seis meses pela Polícia é numerosa e conta com mais de dez envolvidos. Dentre eles, haveria jovens de classe média da Capital. Uma das buscas foi realizada numa mansão no bairro Dunas, na Zona Leste de Fortaleza, mas não havia ninguém na casa na hora do cerco.

No último dia 19, dois integrantes da quadrilha foram presos depois de serem perseguidos por uma patrulha do Ronda do Quarteirão (viatura de prefixo RD-1087), do bairro Alagadiço Novo até a Aldeota. Os acusados, identificados como Anderson de Oliveira Silva, 20; e Edson Costa dos Reis Filho, 25, atuavam principalmente furtando equipamentos eletrônicos, encontrados dentro dos carros estacionados em ruas próximas a colégios, faculdades e shoppings center na Aldeota, Dionísio Torres, Papicu e Meireles.

Segundo o soldado Danilo Nobre, do Ronda do Quarteirão, os bandidos haviam furtado, na Avenida Maestro Lisboa, 1100 (bairro Alagadiço Novo), o notebook do advogado Kennedy Moura, 49. O equipamento estava dentro de uma Hilux SW4 preta, no estacionamento de uma panificadora. Quando retornou ao carro, a vítima sentiu falta do computador e ligou imediatamente para a Polícia.

Rastreou

Através do celular do advogado, que consegue rastrear o notebook por contar com um dispositivo localizador da mesma marca, os policiais iniciaram a perseguição, encontrando os ladrões na Rua Vicente Linhares, na Aldeota. Eles estavam em um Celta prata de placa NUR-5425.

Com a dupla, a Polícia apreendeu diversos equipamentos eletrônicos e dinheiro trocado. Todo o material e os acusados, que já respondiam por furto, foram levados para o 2º DP (Aldeota).

Foi a partir deste flagrante que a Polícia aprofundou as investigações. O delegado titular do 2º DP, Francisco Porto, encaminhou à Justiça os pedidos de decretação das prisões e de expedição dos mandados de busca e apreensão nos endereços das pessoas investigadas.

Em poder da Polícia, havia vários registros de arrombamentos de veículos, principalmente nas imediações de um shopping situado próximo das Seis Bocas, na Cidade dos Funcionários; e no estacionamento de uma faculdade, no bairro Aldeota. A história contada pelas vítimas era sempre a mesma. De dentro dos carros foram levados os notebooks. Outros objetos também sumiam, mas o ´alvo´ principal dos ladrões eram os computadores portáteis.

Nomes

Para não prejudicar as investigações, a Polícia ainda não revelou para a Imprensa os nomes das demais pessoas que continuam sendo procuradas. "Os mandados de prisão continuam valendo e as diligências para prender os acusados vai continuar durante todo o fim de semana", contou um dos policiais mobilizados na operação.
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam