Longin no Blog Aqui

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Prefeito de Jardim responde por abuso de poder político e conduta vedada


Prefeito em exercício do município de Jardim ( Foto)

A juíza da comarca de Jardim, Alexsandra Lacerda Batista Brito, concedeu, na segunda-feira (18), medida liminar em representação eleitoral proposta pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), suspendendo a rescisão de contratos temporários dos servidores do município de Jardim.

Na quinta-feira (14), o promotor eleitoral, Nestor Rocha Cabral, ajuizou representação eleitoral para instauração de Investigação Judicial Eleitoral. O objetivo é apurar abuso de poder político e condutas vedadas aos agentes públicos em campanha eleitoral, em face do prefeito e exercício do município de Jardim, João Cláudio Brito Coutinho.

Novas eleições

O Tribunal Regional Eleitoral designou o dia 4 de setembro de 2011 para a realização de novas eleições para os cargos de prefeito e vice-prefeito de Jardim, que vão exercer mandato complementar que irá expirar no dia 31 de dezembro de 2012.

O MPE pede a condenação de João Cláudio Brito Coutinho em multa no valor de cinco a 100 mil UFIR, para cada demissão realizada com infração à lei eleitoral e cassação do seu registro ou do diploma (caso venha a ser candidato).

Fonte: Jangadeiro
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam