Longin no Blog Aqui

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Independência e Acopiara têm casos suspeitos de gripe A


Outros dois municípios do Interior do Ceará registraram, ontem, casos suspeitos da gripe A. Uma jovem de Independência, mas que teria passado pela cidade de Pedra Branca, foi transferida de Independência para o hospital de Crateús, com suspeita da doença.

Outras ocorrências de casos suspeitos nos municípios de Boa Viagem (24), Quixeramobim (1), Quixadá (1) e Acopiara (um caso em análise laboratorial), agora estão notificadas pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). Estas suspeitas deixaram a vigilância epidemiológica dos municípios afetados e pacientes em alerta e monitorados sob suspeita de terem contraído a doença.

A Sesa informou, em sua página na web, que o acumulado das notificações na cidade de Pedra Branca chegou ontem a 534, com 13 casos confirmados de gripe suína. As demais suspeitas estão sendo testadas e os resultados do exames vão confirmar ou descartar a circulação do vírus. O órgão garante que o tratamento para todos os casos notificados independente do resultado dos exames.

A estratégia da Sesa é que todo paciente que chegue à unidade de saúde com dificuldade de respirar, tosse, coriza, e mora em Pedra Branca ou teve contato com moradores de lá, imediatamente comece o tratamento com o medicamento Tamiflu, mesmo sem a confirmação dos exames laboratoriais.

A entidade estadual de saúde, como medida preventiva e para estoque estratégico de assistência, já liberou caixas de Tamiflu para as 21 regionais de saúde. Ontem, o secretário da saúde, Arruda Bastos, esteve em Brasília com o ministro da Saúde Alexandre Padilha e o secretário de vigilância em saúde Jarbas Barbosa que, atendendo a solicitação do Ceará, liberaram 9 mil doses do medicamento tamiflu.

Enquanto a gripe A se expande pelas cidades interioranas, as autoridades mostram preocupação com as providências a serem tomadas para fechar o cerco à doença. Em Quixeramobim, no Sertão Central, o Ministério Público instaurou procedimento administrativo para acompanhar e fiscalizar o enfrentamento de casos da gripe A no município.

O promotor de Justiça Hugo Frota Magalhães Porto Neto requisitou informações da secretaria de saúde local sobre as providências que serão tomadas para o enfrentamento do provável surto epidêmico. "Queremos acompanhar as providências tomadas: medicamento, estoque de vacina, bloqueios, campanhas preventivas e quantidade de leitos disponíveis para eventuais pacientes atingidos. Vamos fiscalizar todas as ações", afirmou Hugo Porto.

Ontem, em Pedra Branca, foco principal da gripe suína, a Câmara Municipal realizou audiência pública pela manhã, cobrando esclarecimentos da secretária de saúde, Tânia Parente. Já á tarde, o MP promoveu audiência pública. O objetivo foi promover esclarecimentos sobre a doença e informar a população sobre as vacinas e os cuidados na transmissão.

Fonte: Diário do Nordeste
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam