Longin no Blog Aqui

terça-feira, 22 de outubro de 2013

32 comunidades estão sem abastecimento de água em Iguatu

Líder da comunidade apresenta um copo com a água que consomem diariamente - (Foto: Alex Santana/Iguatu.Net) Cerca de 32 comunidades de Iguatu estão sem receber o apoio de carros pipa é o que informa a chefe da Defesa Civil do Município, Edileuza Pereira. A representante da entidade declarou que há quatro meses a empresa responsável pelo pagamento dos serviços de abastecimento de água nas comunidades, não recebeu os recursos do Governo do Estado. Com isto, cerca de 8 mil pessoas estão sem receber o líquido precioso e passando por muitas dificuldades. É o que registramos na comunidade de Várzea Grande, localizada no Distrito de José de Alencar, onde cerca de 107 famílias estão consumindo água sem as mínimas condições para o uso humano, “ apanhamos água em um cacimbão é com a seca do Orós a água está muito barrenta, mas é a única fonte de consumo que temos, há um mês não recebemos o carro pipa aqui. Nossas cisternas estão vazias e o único jeito é colocar em risco as nossas vidas bebendo esta água”, declarou o presidente da Ass. De Moradores de Várzea Grande, Manasses Borges. Neste mês foram entregues centenas de filtros nas comunidades de Iguatu, uma ação da Defesa Civil do Ceará, mas que estão sem nenhuma utilidade pois não conseguem filtrar a água barrenta nas comunidades, “ quando colocamos a água nos filtros eles ficam entupidos, com tanta areia que vai com a água, não conseguem filtrar nada”, disse o morador da comunidade conhecido por “Zé Pequeno”. Além disso, foram instalados na comunidade 16 cisternas que estão vazias.
O líder comunitário, Marcelino Pereira, apresenta o único poço que abastecia o Sítio Cachoeirinha, e está vazio - (Foto: Alex Santana/Iguatu.Net) Outra comunidade também está sofrendo com a falta de abastecimento de água, Sítio Cachoeirinha, também em Alencar passa por muitas dificuldades. O único poço que atende a comunidade secou e o carro pipa passou no local há uma semana e não possui expectativa para o seu retorno, “ é muito preocupante, estamos vivendo uma situação complicada e precisamos de ajuda, o nosso posso secou, alguns amigos estão percorrendo cerca de 10 quilômetros para conseguir uma água sem qualidade e esta é a nossa única saída, e a informação sobre a falta de um apoio do governo estadual é outra coisa que nos deixa quase sem esperanças”, falou, A chefe da Defesa Civil de Iguatu, Edileuza Pereira, declarou que a situação é grave e a Prefeitura Municipal está realizando as ações na medida do possível, “ a gestão municipal não possui a responsabilidade em resolver este problema, mas nunca iria ficar de braços cruzados para tal problema, estamos com ações em algumas comunidades que amenizaram o sofrimento de algumas famílias, mas pedimos à nossa Defesa Civil do Ceará que resolva este problema que está mais complicado ainda com a quebra do caminhão que faz a distribuição de água nas comunidades, esperamos que tudo seja regularizado mas até lá, vamos fazer na medida do possível a nossa parte”, enfatizou. O carro pipa que presta serviço ao governo do Ceará quebrou, e está sem previsão para retornar as ruas. Mas a equipe de reportagem portal Iguatu.net, conseguiu um contato com o Chefe da Defesa Civil do Ceará, Coronel Élcio, o mesmo disse que estava sabendo das dificuldades em Iguatu, “ não é apenas Iguatu que está assim, mas muitas cidades que estão passando por problemas em relação ao pagamento dos serviços de abastecimento, já realizamos o depósito para a empresa responsável, vamos entrar em contato com ela para saber o que está acontecendo, mas esperamos que tudo seja resolvido o mais rápido possível”, declarou o Coronel. O mesmo afirmou para a nossa reportagem que um novo modelo de monitoramento dos carros pipa que prestam serviço estará dando início a partir desta terça-feira, 22,” tivemos muitos problemas com relação ao acompanhamento de abastecimentos nas comunidades, agora tudo será monitorado através de um dispositivo eletrônico que nos dirá a posição geográfica de cada local que o caminhão realizar o abastecimento, assim saberemos realmente como está o andamento do serviço”, concluiu.
O carro pipa que está parado na oficina em Iguatu - (Foto: Alex Santana/Iguatu.Net) A empresa CONSTRAM também foi procurada por nossa reportagem, ela é a responsável pelos pagamentos dos serviços de abastecimento de água e afirmou que até agora nada foi depositado na sua conta, “ não recebemos os pagamentos, mas devido a uma mudança de comando na Defesa Civil, além da greve dos bancos que atrapalhou e muito o cronograma e outras anormalidades onde esperamos que sejam solucionados. Em relação ao caminhão que está quebrado, iremos ajudar com parte do pagamento do conserto e colocar o mais rápido possível o carro nas Ruas novamente”, finalizou. Veja imagens
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

faça aqui seu comentarios sobres materia postadas.

Quixelô FM 104,9

Nosso Facebook

Seguidores

Meus Blogs

As Mais Lidas do Mês

De Onde nos Visitam